Passeios na Serra Catarinense

O inverno já chegou com força total neste ano na Serra Catarinense. Já há registros de neve e temperaturas negativas em Urubici, São Joaquim e Urupema. Os hotéis e pousadas da região já estão recebendo diversos fãs do inverno nesse período em que faz mais frio no Brasil.

É no Planalto Serrano, localizado entre Santa Catarina e o Rio Grande do Sul, onde estão localizadas as cidades mais frias do Brasil. Com clima subtropical e grande parte das cidades a mais de mil metros de altitude, o que facilita a precipitação da geadas e neve, durante o inverno. O local costuma registrar, frequentemente, marcas negativas. A temperatura extremas não-oficial foi de -17,8ºC, em 1996, no Morro da Igreja, localizado no Parque Nacional de São Joaquim.

A região oferece diversos tipos de turismo ao visitante. O turismo rural com os diversos hotéis-fazenda e pousadas rurais, o turismo ecológico, o turismo de aventura, além do turismo gastronômico e o enoturismo, que é o turismo nas vinícolas da região.

1Urupema

Com altitude de 1.335 metros na parte central, Urupema é uma das cidades mais frias do Brasil, durante o inverno. O município está localizado em um pequeno vale, circundado por elevações do Morro das Torres com até 1.726 m. A temperatura média anual é de 13°C. Durante os meses mais quentes, a temperatura média é de 18°C. Mas, é em julho, que a temperatura cai. No mês mais frio, a média é de 8°C.  Entretanto, sua altitude e posição geográfica favorecem temperaturas que podem chegar aos -10°C, no inverno. Fazendo com que seja comum a ocorrência de neve em poucos dias no ano. Essa temperatura é equivalente à média mínima da temperatura de Helsinki, na Finlândia, durante a mesma época.

Hospedagem em Urupema

Em Urupema você vai encontrar hotéis-fazenda e pousadas rurais que acolhem os turistas durante o ano inteiro.

Veja onde se hospedar em Urupema

Turismo Rural em Urupema

A pequena cidade de Urupema possui pouco mais de 2400 habitantes, tendo como ponto forte o turismo rural. A região possui diversos hotéis-fazenda que recebem os visitantes e oferecem várias atividades ao ar livre como cavalgada e pescaria de truta, peixe abundante no local.

  • Cascata que congela — é a grande atração na cidade. Uma pequena queda d’água, situada a 1535m de altitude, leva esse nome por congelar nos dias mais frios do inverno.
  • Morro das Antenas — Localizado a 1750m de altitute, é um dos locais mais visitados da cidade e possui um visual incrível da região.

2São Joaquim

A cidade de São Joaquim está localizada a 228km de Florianópolis, capital de Santa Catarina. O município possui 24 mil habitantes e é conhecido pela maçã, principal atividade econômica do local. Ao transitar pelas estradas do local, é possível ver diversas plantações de macieiras. Além disso, a cidade também produz mel serrano, com qualidade reconhecida internacionalmente. Ademais, São Joaquim também é famosa em todo o país como a cidade mais fria do Brasil. Visitantes de diversos cantos do país começam a chegar, sempre que a previsão do tempo indica possibilidade de neve, prenunciada pelo vento sul.

Durante o outono, onde a temperatura dificilmente passa de 24 graus e pode chegar a -2, é realizada a Festa Nacional da Maçã. Já no inverno, são registradas temperaturas médias mínimas entre 3 e 8 graus e máximas entre 11 e 16 graus. O período de baixas temperaturas dura entre maio e outubro.

Hospedagem em São Joaquim
Onde se hospedar em São Joaquim

4862468210_4a7c3d0043_o

Atrações turísticas de São Joaquim

Em São Joaquim você vai contemplar belas paisagens em mirantes espalhados pela Serra do Rio do Rastro. Os pontos fortes da cidade são o turismo rural, com atividades em hotéis-fazenda, e o enoturismo, com visitação às diversas vinícolas na região. A cidade também é produtora das melhores maçãs do Brasil. Em abril, época da colheita, é realizada a Festa Nacional da Maçã, no Parque da Maçã. O evento reúne diversos artistas, além de atrações locais, regionais e nacionais. Você vai poder experimentar as delícias que são produzidas com a fruta: tortas, geleias, licores e doces.

Os hotéis-fazenda oferecem diversas atividades para o turista conhecer a rotina do campo. Caminhadas por trilhas, passeios a cavalo, fogo-de-chão, ordenha de vaca, pescaria e colheita de maçã estão entre as atividades oferecidas.

Na região, também existem uma diversidade de vinícolas que podem ser visitadas:

  • Vinícola Leone di Venezia
  • Vinícola Sanjo
  • Vinícola Villaggio Conti
  • Vinícola Hiragami
  • Vinícola Villagio Bassetti
  • Vinhedos do Monte Agudo
  • Vinícola Suzin
  • Vinícola D’Alture
  • Vinícola Pericó
  • Vinícola Villa Francioni

A Vinícola Villa Francioni é uma das principais atrações turísticas da cidade. A visitação possui um tour de 1h30min a R$ 30,00. Esse valor pode ser revertido em compras, no final. O tour fala da histórias da construção da vinícola, do processo de produção e armazenamento do vinho. A experiência pode ser completa com hospedagem próxima ao local.

Ainda na vinícola, você vai se deparar com uma bela arquitetura. É possível encontrar várias peças trazidas de outros lugares do mundo. Entre as peças, estão vitrais de um antigo cassino uruguaio, uma porta de um templo na Tailândia, além de um grande lustre que pertencia à família real portuguesa.

A vinícola ainda dedica um um espaço para exposição de arte, onde já abrigou obras de artistas internacionais, como os franceses, Auguste Rodin e Camille Claudel. O tour finaliza com um degustação e uma bela vista para os parreirais.

3Urubici

Urubici é um dos principais destinos turísticos da Serra Catarinense. Localizada a 171km da capital Florianópolis e nas proximidades do Parque Nacional de São Joaquim, a pequena cidade possui diversos atrativos que encantam os turistas. As principais atividades em Urubici são o ecoturismo e o turismo de aventura. Devido a diversidade de seu relevo, a cidade é procurada por diversos praticantes de descida de rapel em cachoeiras e paredões, saltos de asa delta, canoagem nos rios da região, além de arvorismo, cavalgadas e caminhadas em trilhas com dificuldade diversa.

Hospedagem em Urubici
Onde se hospedar em Urubici

Principais atrações turísticas de Urubici
  • Morro da Igreja
  • Serra do Corvo Branco
  • Cachoeira do Avencal
  • Morro do Campestre
  • Cascata Véu da Noiva
  • Mirante de Urubici
  • Gruta de Nossa Senhora de Lourdes
  • Igreja Matriz Nossa Senhora Mão dos Homens
  • Posto “temático” Serra Azul

A cidade de Urubici possui temperatura média anual de 16ºC e clima subtropical, onde as temperaturas podem chegar abaixo de zero nas manhãs e nas noites mais frias, quando é possível ter precipitação de neve nas áreas mais altas e geada ao amanhecer. Com isso, cidade também se torna destino turístico para os amantes do frio, do vinho e de comidas típicas da estação. O local está na rota de produção de vinhos da região e sua gastronomia é rica em cafés, restaurantes e bistrôs, que oferecem massas, carnes, trutas, fondues e outros pratos, acompanhados de vinhos produzidos na região, importados ou cervejas artesanais.

4Bom Jardim da Serra

Bom Jardim da Serra vem registrando as temperaturas mais baixas do Brasil, neste inverno, com o recorde de -5,7ºC. A cidade é conhecida como capital das águas. Possui cerca de 35 cachoeiras com, pelo menos, 10 metros de altura e nada menos que 14 rios nascem no território e se tornam afluentes do Rio Pelotas dentro do próprio município. Além dos rios e cachoeiras, as belezas naturais da região também impressionam com os vertiginosos cânions.

Hospedagem em Bom Jardim da Serra

Onde se hospedar em Bom Jardim da Serra

Turismo em Bom Jardim da Serra

Além dos banhos de cachoeiras, as atividades turísticas em Bom Jardim da Serra estão baseadas em turismo rural, ecoturismo e esportes de aventura. Assim como em outras cidades da região, hotéis-fazenda fornecem espaço para pesca de truta, passeios de canoa, cavalgada, trilhas ecológicas e observação de pássaros.

O município de Bom Jardim da Serra é considerado a entrada da Serra Catarinense e está localizado a 11km da Serra do Rio do Rastro. A partir do mirante, localizado na SC-438, vale a pena vislumbrar as magníficas curvas da bela região.

Outras atividades em Bom Jardim da Serra:

  • Cânion das Laranjeiras – é um dos mais famosos da região, situado na localidade de Santa Bárbara, a 12 km do Centro. O local fica em área privada (Fazenda Santa Cândida), mas o acesso é liberado. Recomenda-se, no entanto, a visita com guia ou em grupos organizados pelas pousadas.
  • Parque Eólico de Bom Jardim – localizado próximo ao Mirante da Serra do Rio do Rastro, é a primeira estação catarinense de energia eólica (produzida pela ação do vento), chama a atenção pelos enormes cata-ventos de três hélices e 50 m de altura.
  • Cascata da Barrinha – uma pequena cachoeira localizada atrás de uma churrascaria, no caminho da Serra do Rio do Rastro, entre Bom Jardim e São Joaquim. Um local belo e de preservação, que rende boas fotos.
  • Cascata do Salto do Pelotas – é o maior conjunto de quedas do município, localizado às margens da rodovia SC-438, a 8 km da cidade. Para chegar até a cascata, é preciso atravessar uma porteira e pedir autorização, já que está dentro de área privada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *