O que fazer em Paris – Principais atrações turísticas

Paris é uma das cidades mais procuradas do mundo pelos turistas. Muitos estão ali, principalmente, para ver a Torre Eiffel, o Museu do Louvre e a Champs-Elysées. Neste post, vamos mostrar o que fazer em Paris nos principais pontos turísticos da cidade. Além disso, ainda vai receber dicas de como visitar e como evitar filas nas principais atrações da capital francesa.

O ideal é reservar, pelo menos, 4 dias de sua viagem. Ainda assim, para encaixar os principais pontos turísticos, talvez, 4 dias seja pouco. Entre 5 e 7 dias, você conseguirá realizar a maioria dos passeios. Então, você poderá incluir desde os mais relevantes pontos turísticos e até outros locais de interesse. Mas, nem sempre temos 5 ou 7 dias. Então, em uma viagem curta, procure visitar os pontos turísticos mais relevantes e deixe o restante para uma outra oportunidade.

Onde se hospedar em Paris

Uma dica para se hospedar em Paris é verificar o número de código postal do hotel. Todos os endereços de Paris começam com 75. Então, inicialmente, você já descarta hotéis que não possuam este código.

Outra dica é escolher o hotel pelo número do arrondissement. Quanto menor o número, melhor a opção de hospedagem.

No entanto, na maioria das vezes, procuramos hotéis com melhor custo x benefício. Desta forma, alguns hotéis na periferia de Paris aparecem como opção melhor. Mas, se for escolher algum hotel fora da cidade, escolha algum que tenha sistema de metrô por perto.

Veja aqui os principais hoteis em Paris para a sua próxima viagem

1 Catedral de Notre Dame

A Catedral de Notre Dame é a catedral da arquidiocese de Paris. A Lei de 1905, que fala sobre a separação entre Estado e Igreja estabelece que a catedral é propriedade do Estado francês, como as demais catedrais construídas pelo Reino da França. O uso, porém, é da Igreja Católica.

Ela é um dos monumentos mais sublimes e suntuosos de Paris, sendo imortalizada por Victor Hugo em Seu romance “Notre-Dame de Paris” (O mesmo do Corcunda de Notre Dame). Sua arquitetura é belíssima, foi uma das primeiras construções do período conhecido como gótico. A obra teve início em 1163, durante o reinado de Luis VII, por vontade do bispo Maurice de Sully. Para permitir a construção, o bispo mandou abater a antiga igreja de Santo Estevão que existia no local, fundada em 528. Segundo a lenda, o bispo teria tido uma visão e teria desenhado um esboço do que viria a ser a nova catedral, na poeira de uma parede externa da igreja pré-existente. A catedral é uma das construções em estilo gótico mais célebres do mundo e uma das atrações mais visitadas de Paris.

Mas, não é só pela arquitetura ímpar que ela atrai turistas. O seu interior é recheado de belas pinturas e esculturas deslumbrantes. Dentre as belezas, podemos destacar a Pietá de Nicolas Coustou.

Como visitar a Notre Dame

A visita ao interior da igreja é gratuita, interessados podem alugar um audioguia, que falará sobre os principais elementos no interior da catedral. Quem deseja visitar a sacristia da igreja, que expõe objetos dos séculos XVII e XVIII, desembolsará mais alguns euros por uma visita de aproximadamente 15 minutos, veja mais no site oficial.

Além de ser permitida a visitação interna, você pode comprar ingresso para subir até suas torres por uma escada de cerca de 400 degraus. A vista la de cima é linda, tornando o passeio especial.

🕑A catedral está aberta diariamente, entre 7h45 e 18h45 (sábado e domingo até 19h45)

2 Torre Eiffel

A Torre Eiffel é um monumento que dispensa comentários e, talvez, o mais esperados por todos que buscam visitar Paris. No entanto, você pode optar por subir e apreciar a vista da cidade ou não subir e apreciar a torre pelos seus arredores.

Dicas para subir a Torre Eiffel

Antes de subir, é importante livrar-se das garrafas e não ter objetos como um canivete suíço ou afins com você. Será obrigado a jogar fora e não conseguirá recuperá-los, pois eles não ficam marcando quem levou o quê.

Para quem viaja com crianças em carrinho de bebê, é importante ressaltar que os carrinhos não sobem no elevador, ficam em uma espaço separado, esperando pelo retorno.

Como evitar a longa fila de espera na Torre Eiffel

A fila para subida da torre dura cerca de 45 minutos, no mínimo. Mas, dependendo da época e do horário desejado, é possível que você fique ali de 2 a 3 horas, esperando para comprar o ingresso do elevador. O ideal é chegar bem cedo, antes do horário de funcionamento.

Se planejar antecipadamente, você pode optar por comprar seu ingresso com horário agendado, através do site oficial da Torre Eiffel. Assim, você consegue evitar a fila de 2h de espera. Mas, é importante chegar com, no mínimo, 15 minutos de antecedência, para enfrentar uma pequena fila. Mas, não se atrase, pois correrá o risco de ter que enfrentar a fila dos que ainda irão comprar ingresso para a subida.

Opções de ticket para a Torre Eiffel
  • Subida ao topo (sommet) — onde, você poderá acessar o segundo andar e, em seguida, chegar ao topo para apreciar a vista do alto dos 324 metros da torre.
  • Subida ao segundo andar (2e étage) — este ingresso dá direito a subir apenas ao segundo andar (115 metros).

A venda de ingressos antecipados para o topo da Torre Eiffel, em algum momento do ano, principalmente no inverno, pode estar como suspensa. Um bilhete adicional poderá ser comprado quando de sua visita no segundo andar da torre estando a disponibilidade sujeita às condições meteorológicas do dia e horário.

🕑 O horário de funcionamento da torre é 9h até meia-noite (entre 15 de junho e 1º de setembro) e de 9h30 até 23h, durante o resto do ano. O funcionamento é diário, inclusive nos feriados.

Apreciando a Torre Eiffel das proximidades

Caso opte por não subir a Torre Eiffel, você poderá apreciá-la de diversos pontos da cidade. Mas, algum deles rendem boas fotos:

  • Parc Champ de Mars (ou Campo de Marte) — com uma das melhores vistas da Torre Eiffel, este parque é uma das maiores áreas verdes de Paris, um belo espaço de contato com a natureza. Além disso, é um ambiente para caminhar, fazer piquenique, sentir-se bem e respirar ar um pouco mais fresco. O acesso ao parque é aberto ao público 24h por dia. O parque é composto por um jardim ao melhor estilo francês, com lugares para descansar, lagoa de patos, cisnes, entre outra aves.
  • Jardis du Trocadéro — Os Jardins du Trocadéro separam o Palais de Chaillot da Torre Eiffel. Os jardins são um labirinto de caminhos sinuosos, lagos e fontes. Os tanques da fonte principal separam o jardim principal dos laterais. Consideramos este o melhor mirante da Torre Eiffel, principalmente no momento do por do sol. Ele também possui uma posição mais elevada, nas proximidades do Palais de Chaillot, do que o Campo de Marte, o que rende fotos melhores.

3 Museu du Louvre

O Museu do Louvre é parte da história da França e mundial, foi criado em 10 de agosto de 1793 e representa um patrimônio cultural da humanidade com riquezas inestimáveis e insubstituíveis. Ele possui um gigante acerto entre pinturas, esculturas e outras relíquias de diversos cantos do mundo. O Louvre possui um acervo comparável ao O Museu Britânico, em Londres e ao Metropolitan, em Nova Iorque. Sendo assim, o Louvre se torna um dos pontos de visitação obrigatória em Paris.

Comprando ingresso para visitar o Louvre: como furar evitar a fila de espera para entrar no museu

Para visitar o Louvre, você deve reservar um dia só para ele. Não deixe para visitá-lo no dia que você vai bater perna pela cidade. Senão vai faltar tempo e disposição para finalizar esta visita. O Louvre possui quatro níveis de galeria, o que exige muito do visitante.

O importante é que o ingresso é válido para o dia inteiro e você tem o direito de sair e voltar. Você tem duas opções para comprar ingresso no Louvre. Uma delas é ir ao Louvre e ficar na fila para comprar ingresso, antes de pegar outra fila para entrar no museu. Mas, você pode seguir as nossas dicas e planejar sua visita, comprando seu ingresso online. Assim, você consegue furar evitar a primeira fila e pode visitar os quatro níveis do Louvre em duas etapas e, fazendo entre elas, uma parada para o almoço. Mas, você ainda pode evitar a segunda fila se seguir essas as dicas abaixo:

Entradas do Louvre

O Louvre recebe cerca de 15 mil turistas por dia. Então, é possível que, mesmo comprando seu ingresso online, ainda enfrente alguma fila para poder entrar. Assim, como o museu possui várias entradas, fique atento às nossas dicas para poder escapar das filas de cerca de 2h.

  • Porte des Lions (fechada quartas e sextas) — é uma entrada onde não se vê quase ninguém entrando. É uma entrada lateral, nas proximidades do Rio Sena, bem próxima ao Arco do Carrousel, entre a Pont Royal e a Pont du Carrousel. Esta entrada é mais próxima à ala das pinturas francesas e italianas. Assim, rapidinho você chegará na Monalisa.
  • Carrousel du Louvre — Se estiver vindo de metrô, pegue a linha 1 e desça na estação Palais Royal/Musée du Louvre. Saindo do trem, siga à direita na plataforma em direção a La défense e pegue a saída para o Carrousel du Louvre. Esta entrada funciona todos os dias, exceto às terças quando o museu está fechado. O Carrousel do Louvre é o nome que se dá a galeria comercial, localizada no subsolo do museu, uma espécie de Shopping do Louvre, com diversas lojas. Ali, você também vai encontrar a ponta inferior da Pirâmide do Louvre e poderá tirar diversas fotos clássicas.
  • Passage Richelieu — É outra entrada que funciona diariamente, exceto quando o museu está fechado. Ela fica em frente à saída do metrô na estação Palais Royal/Musée du Louvre, na altura da rua.
  • Pirâmide do Louvre — É, de fato, a entrada mais concorrida de todas. Também funciona todos os dias, quando o museu está aberto.

🕑 O horário de funcionamento do Museu do Louvre: Fechado às terças-feiras. Nos dias normais, abre às 9h e fecha 18h, exceto quartas e sextas, onde fecha 22h. O Carrousel do Louvre fica aberto diariamente entre 10h e 20h.

Jardins des Tuileries

É um lindo jardim que fica entre a Place de la Concorde e o Museu do Louvre. Durante a primavera, rende belas fotos com belas paisagens. Além disso, é um ótimo lugar para um descanso, depois de uma longa caminhada ou após a primeira parte da visita ao Louvre. Você vai encontrar muitas pessoas sentadas nas cadeiras ao redor dos lagos, muitas crianças e cachorros. Saindo do Louvre, se você seguir reto pelo jardim, vai chegar na Champs-Elysées e no Arco do Triunfo.

4 Champs-Elysees

A Champs-Elysées é a avenida mais famosa de Paris e, talvez, a mais conhecida no mundo. A avenida, retratada pelos franceses como “La plus belle avenue du monde“, fica localizada no no 8eme (8º arroundissement de Paris). Ela possui 1,9km de extensão e uma largura incrível de 70 metros. Ela vai da Place de la Concorde até o Arco do Triunfo, na Praça Charles de Gaule.

Andando pela Champs-Elysées você vai encontrar uma das mais uma das mais famosas casas de shows da cidade, juntamente com o Moulin Rouge, chamada Lido. Além disso, é no número 114 desta avenida que está localizada a antiga casa onde morou Santos Dumont.

A Champs-Elysées é ideal para as suas compras. Você vai encontrar diversas lojas de grife como a da Louis Vuitton, Hugo Boss e Cartier. Além disso, você vai encontrar lojas de departamento como Zara, Monoprix e H&M, entre outras lojas como Planet Hollywood, Disney Store, Fnac Megastore, Virgin Megastore, Nike, Adidas e a loja oficial do Paris Saint Germain. Uma das dicas fica para o Atelier Renault, onde você vai degustar um café ou um vinho, enquanto aprecia o showroom da Renaul e fica por dentro das novas criações.

A Champs-Elysées também possui diversos restaurantes e é repleta de cafés charmosos com mesas nas calçadas, uma paisagem tipicamente parisiense.

Visitando o Arco do Triunfo

O Arco do Triunfo é um dos principais monumentos de Paris. Ele foi construído em comemoração às vitórias militares de Napoleão. É local de grandes desfiles cívicos e militares, como os desfiles após as duas Grandes Guerras. Além disso foi o local de comemoração da conquista da Copa de 98 e serve como palco de chegada do Tour de France, todos os anos. Ademais, ainda recebe o desfile militar da festa francesa de 14 de julho, aonde as tropas desfilam diante do presidente da república.

De perto, devido a suas dimensões, o monumento fica anda mais impactante. Para subir até o terraço, é preciso alguma disposição. A escada é estreita e parece interminável (não recomendada para quem tem problemas de claustrofobia). Mas, lá de cima se tem uma vista incrível da cidade. Para chegar aos pés do monumento, é preciso acessar a passagem subterrânea. Isto é preciso, pois o trânsito em torno dele é uma loucura, com tantas ruas convergindo para a mesma rotatória. Vale a visita, antes ou depois de caminhar pela Avenida Champs-Elysées. Para subir até o terraço, você deve comprar o ingresso no site oficial. A subida é gratuita para quem possui o Paris Museum Pass.

🕑 O horário de funcionamento do Arco do Triunfo: diariamente, de 10h até 23h.

5 Museu d’Orsay

O Musée d’Orsay é um museu de Paris que fica na margem esquerda do Rio Sena. Hoje, ele funciona onde, em outros tempos, era uma estação de trem. Mantendo ainda algumas características da estação, o deixa o museu com uma arquitetura belíssima. O Orsay possui uma fila infinitamente menor do que o Louvre, o que não demanda muito tempo e esforço na visitação. Você pode se dirigir ao museu no mesmo dia da visita, para comprar o seu ingresso.

O acervo é bem rico, de excelente qualidade e não deixa nada a desejar a outros museus de renome. Por uma questão de preferência, talvez ao movimento impressionista, muitos consideram o melhor museu de Paris. As coleções do Museu d’Orsay apresentam principalmente pinturas e esculturas da arte ocidental. O enfoque é voltado, principalmente, ao impressionismo, compreendendo o período entre 1848 e 1914. Obras de pintores como Van Gogh, Monet, Manet, Renoir, Degas e outros. Também existem exposições temporárias que ocorrem paralelamente à exposição permanente.

🕑 O horário de funcionamento do Museu d’Orsay: Fechado às segundas-feiras. Nos dias normais, abre de  09h30 às 18h, exceto às quintas-feiras, onde fecha 21h45.

Mais dicas sobre Paris

 *Atualizado em 11/06/2017

 

2 comentários em “O que fazer em Paris – Principais atrações turísticas

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: