Visitando o Etna

Buonasera a tutti! O vulcão Etna entrou em erupção nas últimas semanas, formando um belo espetáculo visual e, lembrando que já estivemos lá no topo em setembro de 2013, vamos escrever hoje o que você pode fazer para visitá-lo.

Existem muitas atividades para se fazer na Sicília, que é a maior ilha do Mar Mediterrâneo, sendo uma região autônoma da Itália, cuja capital é Palermo. Mas, existem lá outras províncias como Messina, Taormina, Catânia e Etna, entre as mais conhecidas, no entanto, vamos preparar um guia completo sobre a Sicília em um próximo post!

O Etna

O Etna é o mais alto vulcão ativo da Europa, com altitude de 3.343m, variando por causa das constantes erupções. Ele também é a montanha mais alta da Itália, ao sul dos Alpes. A extensão total da base do vulcão é de 1190 km², com uma circunferência de 140 km, o que faz do Etna o maior vulcão da Itália e da Europa, superando em quase três vezes o tamanho do Vesúvio.

É um dos vulcões mais ativos do mundo e está praticamente em constante erupção, podendo durar poucas horas ou alguns dias. Ocasionalmente, o Etna pode ser bastante destrutivo, mas, normalmente, as erupções não oferecem grande risco à população que vive nas localidades próximas. Os solos vulcânicos em redor propiciam bons campos para a agricultura, com vinhedos e hortas espalhados nas faldas da montanha e em toda planície de Catânia, a sul.

No ínicio do mês de dezembro, o Etna entrou em erupção, produzindo imagens fantásticas que chegaram aos noticiários, inclusive no Brasil. Mas, não há motivo para se preocupar. Quando há perigo, é somente nas encostas do vulcão e a polícia fecha as estradas de acesso, ficando proibidos os passeios até as crateras mais altas. Mas, poder ver uma erupção, mesmo que de longe, pode ser um espetáculo incrível, o que atrai muitos turistas para a região.

etna

 

Visitando o Etna

Estivemos no Etna em 2013, mas devido ao curto tempo da excursão do navio, preferimos visitar somente a Crateri Silvestri, que era próxima ao estacionamento, ao invés de subir ao topo do vulcão. Tiramos algumas fotos dentro da própria cratera, como é possível ver abaixo.

Estacionamento do Rifugio Sapienza
Estacionamento do Rifugio Sapienza
Dentro da Crateri Silvestri
Dentro da Crateri Silvestri
Dentro da Crateri Silvestri
Dentro da Crateri Silvestri

Para quem pretende chegar em Messina em um cruzeiro marítimo, saiba que o tempo é curto, mas é possível aproveitar. Caso tenha o interesse de visitar o Etna, o ideal é que você faça o passeio com o escritório de excursões da companhia, dentro do próprio navio ou contratando antecipadamente. É mais seguro, pois eles já tem toda a programação feita para a cidade, de acordo com o horário de saída do navio. A viagem de Messina até o topo do Etna, ida e volta, pode levar em média de 3 horas de ônibus de excursão.

Caso pretenda ir de avião, trem ou balsa, dê preferência para alugar um carro. A província mais próxima do Etna é Catânia, então, se estiver por lá, a viagem dura em torno de 2h, ida e volta e você pode parar pelo caminho e aproveitar para explorar outros lugarejos. Vá com cuidado, pois a estrada até o Etna é estreita e passam vários ônibus de excursão até lá.

Pegue a estrada em direção a Nicolosi, que fica ao sul do monte. O conjunto de crateras chamado de “Crateri Silvestri” é acessível de carro, onde há estacionamentos e é o último ponto de parada para quem deseja subir ao topo do monte.

O ideal é que o dia esteja limpo e não deixe de levar o agasalho porque o local fica a 2000m de altitude, venta e faz um frio agradável. Coloque também um tênis confortável, pois o terreno é escorregadio.

e216aa70681d3019358471584440f919

Rifugio Sapienza / Crateri Silvestri

O Rifugio Sapienza é um local onde é possível visitar algumas crateras inativas do Etna e tirar belas fotos, inclusive dentro de uma delas. O local já foi soterrado duas vezes por erupções do Etna. Lá, você pode pegar um teleférico para visitar o topo do vulcão.  Antes ou depois de subir, você pode visitar lojas que oferecem vários souvenirs, incluindo pedras, arte em lava, e restaurantes, onde é possível aproveitar tudo que é produzido na Sicília e na região do Etna.

 No Ristorante Crateri Silvestri, você consegue comprar, além de souvenirs, licores e vinhos. O lugar é bem cheio de turistas e você pode experimentar um ótimo cannoli.
No estacionamento dos ônibus de excursão, há uma pequena caminhonete vendendo muitos desses produtos produzidos na região. Cremes apimentados, vários tipos de mel, geléias, etc. Vale a pena experimentar!
Catania - Etna- Carretto di dolciumi ai Rifugio Sapienza

Aproveite bastante sua visita ao Etna. Em breve, como informado acima, iremos falar sobre o que fazer na Sicília! Um abraço e até o próximo post!

2 comentários em “Visitando o Etna

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: