Passeios e museus gratuitos em Londres

Ao planejar uma viagem, você imagina conhecer os principais museus, parques, eventos e outros passeios, além dos principais pontos turísticos. Apesar de serem itens que costumam pesar no orçamento de uma viagem, você vai encontrar diversos passeios e museus gratuitos em Londres.

Os principais pontos turísticos de Londres estão concentrados nas zonas centrais da cidade e você vai conseguir conhecer os principais museus e galerias do mundo, sem precisar gastar nada por um ingresso.

National Gallery – Galeria Nacional de Londres

National Gallery, localizada na Trafalgar Square, é um dos museus e galerias que possuem entrada franca em Londres. Aberta diariamente entre 10h e 18h, com exceção às sextas-feiras, onde fica aberta até 21h. A galeria fecha entre 24 e 26 de dezembro, também no dia 1° de janeiro.

É um lugar perfeito para fãs de arte, com diversas pinturas famosas de artistas como Van Gogh, Cézanne, Claude Monet, Boticelli e da Vinci. As salas são bem organizadas e as pinturas são dispostas de acordo com o século e o lugar em que foram produzidas.

National Gallery na Trafalgar Square

Natural History – Museu de História Natural

Em South Kesington, você vai encontrar diversos museus com entrada gratuita. O Museu de História Natural de Londres possui uma das maiores coleções de espécimes do mundo, é imbatível nos esqueletos e fósseis de dinossauros, sendo o T-Rex uma das atrações principais. É o mesmo museu que apareceu no terceiro filme da trilogia “Uma noite no museu”.

O museu é gratuito, sempre contando com algumas exposições temporárias. No entanto, as atrações do exterior do museu são pagas como o rinque de patinação, que é montado durante o inverno e os jardins, transformados em borboletário, durante o verão.

Science Museum – Museu de Ciência

Science Museum é outro museu com entrada franca, localizado em South Kesinghton. É uma atração imperdível onde a história e a ciência se encontram, você vai encontrar o trajeto de invenções das máquinas a vapor que fizeram a revolução industrial, além da exposição das viagens do homem à lua e um salão dedicado à evolução da aviação, desde o 14 bis.

Museu de Ciência

Victoria & Albert Museum

Localizado em frente ao Science Museum, é o maior museu de artes decorativas e design de Londres. O museu possui coleções a perder de vista com patrimônio de várias regiões do planeta, passando pela arquitetura, fotografia, moda, escultura e pintura.

Museu Britânico

O Museu Britânico abriga mais de sete milhões de objetos de todos os continentes, ilustrando e documentando a história da cultura humana de seus primórdios até o presente. Entre os destaques estão as peças mais procuradas e apreciadas são a Pedra de Rosetta, a Estátua da Ilha da Páscoa, as esculturas retiradas da parte exterior do Partenon, a Múmia de Katebet e o Jogo de Xadrez de Lewis.

O Museu Britânico é o museu mais antigo do mundo e com acervo comparável ao Louvre, de Paris, e ao Metropolitan, em Nova Iorque. Entretanto, neste museu, o visitante tem uma maior experiência pela proximidade das peças em exposição.

A visitação é longa, podendo levar um dia inteiro. Para fazer a visitação completa, você terá que eliminar uma parte dos passeios deste dia, visitando o museu em duas etapas. Assim, pare para almoçar na Covent Garden e retorne ao museu. Mas, se desejar manter o restante dos passeios, reserve entre 4 e 5 horas, caso tenha tempo suficiente para ver o que há de bom.

Monumentos, palácios e eventos

Relógio do Big Ben

Big Ben, o mais famoso ponto de visitação de Londres. O nome Big Ben é o apelido dado ao sino do famoso relógio da torre do Palácio de Westminster. Para lá, você deve descer na estação de metrô Westminster.

Ainda na região, você poderá contemplar monumentos e atrações como a Westminster Abbey e a London Eye, além do Palácio de Westminster, que são pagos, mas podem ser observados em seu exterior.

Palácio de Buckingham

Palácio de Buckingham está localizado entre o Green Park e o St. James Park. O local é a residência oficial e principal local de trabalho do Monarca do Reino Unido em Londres. Ali, é possível observar a cerimônia de troca da guarda que acontece todos os dias, de maio a julho, a partir das 11h. Nos outros meses, é realizada em dias alternados. Fique atento ao calendário oficial clicando aqui.

Para chegar lá de metrô, desça na estação Hyde Park Corner. Em seguida, siga pelo Green Park e você vai chegar no Palácio de Buckingham.

Parques Reais de Londres

Hyde Park e outros parques reais

A uns 5min do Palácio de Buckingham, você vai encontrar quatro dos oito parques reais de Londres: o St. James Park, o Green Park, o Hyde Park e os Jardins de Kensington, onde fica o palácio de Kensington e o Memorial da Princesa Diana. O Hyde Park é o maior parque de Londres. Nele, você vai encontrar vários esquilos e diversas espécies de aves. É possível alugar um dos barcos para realizar passeios no Lago Serpentine.

Regents park

Regent’s Park  é um dos dois parques reais, localizado ao sul de Camden Town. No local, você pode visitar o Zoo de Londres e o Queen Mary’s Gardens, um lindo jardim no centro do parque, com imensa variedades de flores.

Greenwich Park

Greenwich Park é o segundo parque real desta zona. Fica localizado a sudoeste do centro da cidade, bem no limite da zonas 2 com a zona 3. É possível acessar o local após um passeio de barco pelo Tâmisa, descendo no Pier de Greenwich. No parque você vai encontrar o Observatório Real de Greenwich, local de muita história, ciência e pesquisa e um dos principais pontos turísticos de Londres. O local é conhecido mundialmente pelo meridiano de Greenwich (meridiano zero), que divide o globo terrestre em ocidente e oriente. Infelizmente, o acesso ao Observatório e ao monumento do meridiano é pago.

Richmond Park e Bushy Park

Entre as zonas 4 e 5, tem o Richmond park, o maior dos parques reais de Londres. Com 955 hectares, local ideal para fazer piquenique e andar de bicicleta. Possui diversos animais a solta, como cerdos, veados e esquilos. Por fim, na zona 6, você irá encontrar o Bushy Park, o segundo maior dos parques reais, também pouco frequentado por turistas, com diversos animas silvestres e bem limpo e arborizado como a maioria dos parques da cidade.

Praças, ruas e esquinas de Londres

Trafalgar Square

Trafalgar Square é a principal praça de Londres e considerada por muitas pessoas o coração da cidade. Ela possui um viés histórico e popular. É o local onde os londrinos se reúnem para comemorar, protestar, celebrar o réveillon e outras ocasiões nacionais. É multicultural, com muita música e diversos artistas espalhados. Um local turístico muito visitado, um ponto de encontro de várias artérias da cidade e está de frente a um dos melhores museus da cidade, principalmente para os apreciadores de pintura que é a National Gallery.

Leicester Square

Leicester square é onde acontecem os grandes pré-lançamentos de filmes na cidade. É uma praça com muitos cinemas, teatros, apresentações de rua, além de cassinos e pubs. Andando pela cidade, você acaba passando por ela em algum momento de sua caminhada.

Durante a noite, ela é super iluminada com várias lojas e restaurantes. Está a um passo da Trafalgar Square, às portas do Soho e do Theater district, encostada na Chinatown e no caminho entre Covent Garden e a Piccadilly Circus.

É onde você também vai encontrar lojas como a Lego Store e a M&M’s World, que a maior loja de doces do mundo. São passeios não só indicados para a criançada, mas também para as compras dos adultos entre brinquedos e chocolates. No final, não chega a ser um passeio gratuito, né? 

Piccadilly Circus

Piccadilly Circus está localizada no cruzamento das ruas Regent Street, Shaftesbure Avenue, Piccadilly Street e Haymarket Street. O local é um dos pontos turísticos mais conhecidos de Londres. Uma esquina que é uma das mais famosas do mundo. A Piccadilly foi cenário de vários filmes, chamando atenção pelo contraste entre a arquitetura secular dos prédios e a modernidade dos gigantescos e luminosos painéis publicitários, além da estátua de Eros.

A Piccadilly também é ponto de acesso para diversas lojas, além de estar perto de diversos pontos de interesse de Londres como Trafalgar SquareLeicester SquareChinatown e Soho.

Regent Street e Oxford Street

A Regent Street e a Oxford Street são ideais para quem gosta de “bater perna” para fazer compras ou, simplesmente, dar “uma olhadinha”.

Na Regent Street, você vai encontrar megastores das melhores marcas como Hollister, Superdry, Tommy Hilfiger, além da Hamley’s, a maior e mais antiga loja de brinquedos do mundo.

Seguindo pela Regent Street em sentido oposto à Piccadilly e você vai chegar na Oxford Street. Esse cruzamento é conhecido como a “esquina do mundo”, onde todas as culturas se encontram para fazer compras.

Oxford Street é uma longa rua onde você pode encontrar diversas lojas como Apple StoreDisney StorePrimarkMothercareH&M, entre outras.

Carnaby Street

A Carnaby Street é uma rua de pedestres que também é ideal para fazer compras. Mas, o que diferencia das outras duas? Ela se destaca pelo lado alternativo, irreverente e “cool”. Foi onde, por exemplo, surgiu a minissaia, nos anos 60.

Localizada entre o Soho e a Piccadilly Circus, é uma rua mais tranquila que as outras ruas de compras. Além 140 lojas, você também vai encontrar pubs e restaurantes.

Abbey Road

Para alguns é somente uma faixa de pedestres. Mas, para muitos fãs dos Beatles, essa faixa de pedestres foi eternizada. Virou capa do disco homônimo dos Beatles, com a foto da travessia dos integrantes. O local é um dos pontos mais visitados, sendo parada obrigatória entre os amantes de Rock.

Infelizmente, a visitação do Abbey Road Studios, onde foi gravado o disco e outras raridades da história do rock não é permitida. O passeio é indicado para os beatlemaníacos, para fãs de rock e para aqueles que desejam conhecer a famosa rua que aparece no disco Abbey Road.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: