Primeiro dia em Lisboa

O melhor de viajar esteve em viagem por Lisboa por 3 dias, no último mês de novembro. Nosso primeiro dia em Lisboa, foi o início de uma ambientação na capital portuguesa. Visitamos alguns dos principais pontos turísticos da cidade e saboreamos algumas delícias de Portugal.

Lisboa foi o primeiro destino de nosso roteiro de cerca de 10 cidades em 5 países. Essa foi a primeira vez que estivemos em Lisboa. E, apesar dela ter algumas características do centro histórico do Rio de Janeiro, é uma cidade tranquila.

Lisboa é uma perdição na gastronomia com seus pasteis de nata, azeites, vinhos e bacalhaus. Ela foi descoberta por turistas nos últimos anos e um tem se tornado um dos melhores destinos turísticos de férias para europeus de outros países.

Conexão de 1 dia em Lisboa

Esta dica de passeio pode ser ideal também para quem está fazendo conexão por Lisboa e dispõe de 6 horas livres, pelo menos.

Onde se hospedar em Lisboa

Em Lisboa, você encontra bons hotéis nas proximidades do metrô Rossio, localizado no centro histórico da cidade. Mas, é possível que você encontre melhor custo x benefício em qualquer área que tenha uma estação da Linha Verde (entre Alameda e Martim Moniz).

Primeiro dia de nossa viagem por Lisboa

Nosso voo aterrissou bem cedo em Lisboa, antes do dia clarear. Saímos do aeroporto e, como o hotel disponibilizava um depósito de bagagens, seguimos direto para lá. Mas, antes, ao acessar a estação de metrô, paramos nas máquinas para comprar o bilhete de passagem diário: VIVA Viagem, custa €6,00 (válido por 24h a partir da primeira validação/utilização).

Dica: antes de comprar os bilhetes, passamos por uma situação curiosa. Uma turista francesa estava nos oferecendo os bilhetes dela, já validado. Inicialmente, eu achei aquilo estranho. Mas, ela me explicou que havia validado o bilhete por volta  das 14h do dia anterior e que ele ainda teria validade até a metade do dia. E, como estava indo embora de Lisboa, não teria mais utilidade para ela. Não é pegadinha.

Como o check-in iniciava às 14h, deixamos as malas no hotel e fomos dar uma volta para ambientação do local. Pegamos o metrô e descemos na estação do Rossio para iniciar os passeios.

Praça do Rossio

A praça do Rossio foi nossa primeira parada em Lisboa. Esta praça marca o centro da capital lusitana. É o ponto ideal para iniciar uma viagem por Lisboa. Neste local, você tem acesso a diversos pontos turísticos da cidade. Originalmente, o nome da praça é D. Pedro IV e é um lugar bem movimentado devido ao comércio, bares e cafés em sua redondeza. Ela tem uma linda fonte e uma estátua de D. Pedro que fica em cima de um pedestal, o calçamento ondulado parece com o do calçadão de Copacabana/RJ.

Dica: se estiver sem conectividade com a Internet ou procurando banheiro, nesta praça tem um McDonald’s. Não indicamos este tipo de lanchonete para lanches, não há existe nada de diferente da franquia de qualquer cidade. Mas, pode ser útil em certos momentos de aperto e necessidade de informação.

Praça do Rossio

Rua Augusta

Seguimos pela Rua Augusta, que é a principal rua de pedestres do centro de Lisboa. Ela começa na Praça do Rossio e termina no arco que dá acesso à Praça do Comércio. Esta rua é um cartão postal e um dos principais pontos turísticos da cidade. Ela é um ótimo local para fazer compras, mas também para experimentar as delícias de Portugal. Você vai encontrar diversos bares e restaurantes, mas também lojas de souvenires e de produtos típicos do país.

Casa Portuguesa do Pastel de Bacalhau

Este local é uma das paradas obrigatórias em Lisboa, para quem gosta de bacalhau. Localizado bem no coração da Rua Augusta, é um restaurante especializado em pastel de bacalhau (conhecido aqui no Brasil como bolinho de bacalhau). O pastel de bacalhau pode ser recheado ou não com queijo de ovelha da Serra da Estrela. Indicamos que você aproveite para degustá-lo no pavimento superior do estabelecimento.

Praça do Comércio (Terreiro do Paço)

A praça do Comércio é, sem dúvida, um dos lugares mais bonitos de Lisboa. Fica logo depois do Arco da Rua Augusta. O melhor horário para chegar lá é no final da tarde. Assim, você consegue aproveitar o fantástico por do sol. Em épocas de Natal e festas de fim de ano, ela fica toda iluminada.

Nesta praça eram realizados os negócios de quem viajava. Os marinheiros chegavam em suas caravelas e vendiam de tudo: desde animais a verduras, além das especiarias que eram trazidas das Índias. Por isso ela possui este nome de Praça do Comércio.

Retornarmos pela Rua Augusta e fizemos o sentido contrário do passeio até a praça do Rossio. Como estávamos bem cansados da viagem, retornamos para o hotel pois já era hora do check-in. Ainda passamos em um mercado para fazer umas compras para nosso lanche.

Consideramos o primeiro dia de viagem um dia quase perdido por causa do jet-lag. Mas, o tempo de espera até o check-in foi suficiente para termos uma boa impressão de Lisboa.

Um comentário em “Primeiro dia em Lisboa

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: