Olimpíadas Rio 2016 – atrações entre uma competição e outra

Aproveitar as olimpíadas Rio 2016 pode ser uma oportunidade única. São muitos eventos esportivos e haja orçamento para ver tudo. Em muitos casos, os torcedores aproveitam uma pausa ou outra nos eventos esportivos para realizar atividades turísticas pela cidade. Além dos pontos turísticos tradicionais, foram criadas novas atrações durante os dias olímpicos que podem ser aproveitadas por turistas e moradores.

Casas Temáticas

As casas temáticas são uma tradição em eventos como Olimpíadas e a Copa do Mundo. Na olimpíada Rio 2016 não tem sido diferente. Diversas nações, buscando trazer suas culturas e entretenimento aos moradores e visitantes da cidade, estão de portas abertas por diversos cantos da cidade. Na programação, além de conhecer a culinária, o visitante também poderá participar de shows, palestras, atividades para as crianças, atividades e muito mais. Alguns desses live sites podem ser gratuitos ou pagos. No entanto, apesar de serem 52 casas temáticas, apenas 25 estão abertas ao público. Algumas outras, como a da Casa Itália, busca abrir o local somente para comitês, jornalistas, atletas convidados e patrocinadores.

Veja aqui endereços e horários de funcionamento das casas temáticas

Centro da Cidade

No centro da cidade, você vai encontrar diversas casas temáticas. Entre elas está a casa da Colômbia, onde você vai poder degustar o famoso café colombiano, além de frutas exóticas como lulo, feijoa e borojó. O comitê colombiano deixa um legado reformas no Centro Cultural do Ministério da Saúde, incluindo uma plataforma elevatória para acessibilidade.

13895140_1244215945623244_8517498353262413630_n

Outras casas temáticas localizadas no centro da cidade são:

  • Casa Austrália
  • Casa Brasil
  • Casa da Finlândia
  • Casa México
  • Espaço Rio de Janeiro
  • NBA House
  • Portugal

Confira a localização das casas do Centro do Rio de Janeiro

Zona Sul

A Zona sul tem mais de 10 casas temáticas abertas ao público. Além de espaços promovidos para divulgação dos países, patrocinadores também realizam eventos para atrair o público.

Sucesso na Copa do Mundo em 2014, a Casa da Suíça tem sido grande atração nas Olimpíadas Rio 2016. Muitos turistas procuram o local em busca das comidas típicas, da pista de patinação no gelo e de um globo de neve gigante. Para aproveitar, chegue cedo. O acesso é limitado e tem formado muitas filas.

20160807_123611

Outras casas temáticas localizadas na Zona Sul:

  • OliAle – Alemanha na Praia
  • Casa da Áustria
  • Catar
  • Dinamarca
  • França
  • Grã-Bretanha
  • Holanda
  • Casa da Hungria
  • Jamaica
Barra da Tijuca

Mais próximas às áreas onde são realizadas as competições, as casas localizadas na Barra da Tijuca podem ser uma alternativa para quem vai assistir jogos em horários com longo espaço de espera.

Na Casa da África, estão localizados diversos países africanos que trazem para o público suas culturas e gastronomias. Ao chegar ao local, o visitante passa por um simulador de avião com cerca de 60 assentos para assistir a um vídeo sobre o continente africano.

olimpíadas Rio 2016

Outras casas temáticas localizadas na região são:

  • Casa da Eslováquia
  • Japão Tókio 2020
  • Casa da República Tcheca

Boulevards Olímpicos

Porto Maravilha

A Zona Portuária sofreu grande revitalização após demolição da antiga Avenida Perimetral. Ali foi criado o maior live site da história dos jogos olímpicos com extensão entre a Praça XV e a Gamboa. São diversas atrações para um público variado, onde é possível assistir às principais provas olímpicas em telões com alta definição. Além disso, os diversos palcos espalhados pela orla tem programação variada de shows, apresentação de artistas, entre outras atividades culturais.

Público lota o Boulevard Olímpico

Veja outros destaques para curtir no Porto Maravilha

  • Artistas de Rua
  • Balão Panorâmico

13909243_180599455685625_6331497196470450430_o

  • Bungee Jump
  • Food Trucks
  • Maquete Rio — uma maquete gigante feita em Lego, mostrando as principais atrações turísticas da cidade.
  • Mascotes Oficiais
  • Museu do Amanhã
  • Museu de Arte do Rio — MAR
  • Museu “Se prepara Brasil” — Museiu Itinerante que leva um pouco da história dos jogos olímpicos
  • Pira Olímpica — a primeira pira instalada fora de um estádio olímpico

13975397_942094175900243_8472832392362935035_o

Tudo isso a poucos metros de algumas casas temáticas, do Paço Imperial, dos CCBB, do Centro Cultural dos Correios, da Casa França-Brasil e da Ilha Fiscal. Além dos eventos relacionados às olimpíadas Rio 2016, você pode esticar a sua noite no Arco do Teles, localizado em uma parte do centro histórico do Rio de Janeiro onde há diversos bares e restaurantes. Ali, as pessoas desfrutam do famoso happy hour carioca em um ambiente rodeado de cultura e história.

Tudo depende de onde estiver. Basicamente, para chegar no Boulevard da Zona Portuária, você pode acessar o metrô em qualquer estação e descer na estação da Carioca. Você pode seguir para a Praça XV e iniciar o passeio ou pegar o VLT até a estação Parada dos Museus.

Parque Madureira

No Boulevard Olímpico do Parque Madureira também é possível acompanhar a transmissão dos jogos, além de curtir diversos shows e atividades esportivas e culturais.

Parque Madureira

Veja outras atrações do Parque Madureira:

  • Encontro de Carnavais — Une o melhor do carnaval carioca em um show só: Escolas de Samba e Blocos de Carnaval.
  • Férias no Parque — Torneio com diversos esportes e premiação com entrega de medalhas com participação da garotada que está em período de férias escolares.
  • Mascotes Oficiais
  • Museu “Se prepara Brasil” — Museiu Itinerante que leva um pouco da história dos jogos olímpicos

Para chegar ao Boulevard do Parque Madureira, você deve pegar o metrô e descer na estação Central do Brasil. Pegue o trem para estação Mercadão de Madureira e seguir pela Conselheiro Galvão.

Boulevard Olímpico de Campo Grande

Localizado no Centro Esportivo Miécimo da Silva, o Boulevard Olímpico de Campo Grande também irá realizar a transmissão dos jogos da olimpíada Rio 2016. No intervalo entre as principais competições, nomes da música nacional farão shows para entreter o público. Além disso, será aproveitada a estrutura do local para a prática de diversas modalidades esportivas pelo público jovem e infantil. Além das atividades, o local também conta com diversos food trucks.

13908997_543030809213368_5267044460092634009_o

Para chegar no Boulevard Olímpico de Campo Grande, você deve pegar um trem na Central do Brasil, do Ramal de Santa Cruz, até a estação Campo Grande. De lá, pegue o ônibus 836, que passa em frente ao Centro Esportivo Miécimo da Silva. Para voltar, pegue o ônibus (835 ou 837) até a estação Campo Grande e pegue o trem para retonar até a Central do Brasil.

Como se deslocar durante as Olimpíadas Rio 2016

O Rio de Janeiro interligou todos os transportes públicos com os Boulevards e Arenas Olímpicas com aeroportos, rodoviárias e estações. Você pode escolher andar de ônibus, metrô, BRT ou VLT. O BRT liga o aeroporto internacional Tom Jobim ao metrô. Já o VLT liga a Rodoviária Novo Rio ao Aeroporto Santos Dumont, passando pelo centro financeiro e parte do centro histórico do Rio, além de cortar o Boulevard Olímpico do Porto Maravilha.

vlt-carioca

Por diversas vezes, você vai precisar combinar as opções de transporte público espalhadas pela cidade. Há diversas formas de acessar os locais de competição. Tudo dependerá de onde você vai estar no momento. Planeje o seu deslocamento usando o Moovit ou acesse o mapa oficial do transporte público e veja as opções de deslocamento.

No entanto, fique atento. Alguns modais, como o metrô da Linha 4, só está acessível para quem vai participar das olimpíadas Rio 2016. Você deve adquirir o cartão Rio Card Jogos Olímpicos 2016 em um dos diversos pontos de venda espalhados pela cidade. Você pode comprar o cartão válido para 1, 3 ou 7 dias consecutivos. O custo é de R$25, R$70 e R$160, respectivamente.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: